Durante a Segunda Guerra Mundial, as mulheres deixaram o papel de donas de casa para assumir colocações em indústrias e empresas, uma vez que os homens estavam nos combates. Apesar de esse ter sido um ponto importante para a inserção das mulheres no mercado de trabalho, avançando para os dias de hoje, ainda vemos pouca liderança feminina nas empresas.

Mas, por que isso acontece? Quais as principais vantagens de se ter mulheres nas lideranças das empresas? Quais os principais obstáculos que elas enfrentam no ambiente empresarial? Ao longo deste post vamos falar um pouco sobre esses questionamentos. Então, acompanhe a leitura e fique por dentro do assunto!

CADA VEZ MAIS MULHERES CHEGAM LÁ

Segundo um estudo recente feito pelo IBGE, a porcentagem de cargos de liderança femininanas empresas corresponde a 39,1%. Isso se deve à luta constante das mulheres, por meio dos movimentos feministas, por igualdade de oportunidades. Essa mesma pesquisa mostra que as mulheres são maioria nas universidades e na direção das famílias, além de serem a maior parte da população brasileira.

O aumento desses números se deve aos programas de incentivo e capacitação de mulheres para assumir cargos de liderança. A mulher atual busca independência financeira, por isso decidiu investir em educação e cursos profissionalizantes a fim de conseguir adquirir melhores postos nas empresas, investindo na carreira de forma continuada.

LIDERANÇA FEMININA NAS EMPRESAS, O QUE ESPERAR?

Mas, na prática, quais são as vantagens de se ter liderança feminina nas empresas? Existem vários perfis de liderança, com habilidades e características próprias, e cada um tem o seu espaço dentro das empresas.

Na sequência, listamos alguns aspectos comuns nas mulheres — lembrando que não são regras, mas sim elementos identificados a partir de observação.

1. RELACIONAMENTO INTERPESSOAL

As mulheres apresentam uma maior facilidade para se relacionar com as pessoas. Essa habilidade é extremamente importante em um líder, pois um convívio harmonioso entre colegas de trabalho rende melhores frutos.

Outro ponto é que isso beneficia o relacionamento com os clientes. Um melhor atendimento eleva a satisfação e, com isso, a chance de melhores contratos. Essa é uma característica a partir da qual a empresa só tem a ganhar. Também está diretamente ligada a uma maior facilidade de agir com os colegas de forma colaborativa, na medida em que se refere a alguém que consegue identificar as habilidades das pessoas e, por meio de sugestões, ajudar a equipe a se desenvolver de forma saudável para a empresa.

2. TRABALHO SOB PRESSÃO

Normalmente, elas suportam melhor a pressão e são mais habilidosas para lidar com conflitos no ambiente de trabalho. Isso também ajuda nos projetos em equipe, pois dosam melhor as palavras e são mais prudentes na hora de tomar decisões. Com uma comunicação mais cuidadosa e perceptiva, elas conseguem evitar conflitos.

Um chefe que sabe lidar com as situações em momentos de estresse sem prejudicar o relacionamento com os colaboradores é um sonho, concorda? Afinal, o ambiente se torna mais agradável e mais empatia é desenvolvida entre os colegas. Ao se melhorar o bem-estar das pessoas, a produtividade aumenta.

3. CRIATIVIDADE

Quem nunca quis largar tudo em momentos de incerteza? As mulheres costumam ser mais persistentes diante das dificuldades e, com isso, tendem a batalhar por seus objetivos utilizando todas as alternativas possíveis. Para isso, a criatividade vem a calhar! Pessoas criativas são melhores para sair de situações difíceis, pois pensam em soluções menos óbvias.

Essas ideias são discutidas com a equipe, o que estimula todos a pensar “fora da caixa”, pois sabem que suas observações serão consideradas e suas opiniões valorizadas. Como estão acostumadas a fazer malabarismo com a vida pessoal e a profissional, as mulheres também são mais eficazes e práticas em suas ações.

4. FOCO

Por sua capacidade de ser multitarefas, a mulher consegue conciliar qualidade com prazos apertados. A rotina agitada de cuidados com a família, a casa e o serviço gera uma necessidade de se organizar melhor para atingir seus objetivos. Nesse sentido, elas são capazes de se reinventar sempre que necessário sem perder sua essência.

5. DEDICAÇÃO

As mulheres costumam ter apreço por serviço organizado e bem-feito, metódico. Por historicamente necessitarem trabalhar muito mais que os homens para terem seu valor reconhecido, não se deixam abalar facilmente. São centradas e comprometidas com seus compromissos, sempre valorizando sua equipe e trabalhando em conjunto.

CADA DIA UMA NOVA BATALHA

Apesar de todos os avanços conquistados pelas mulheres, ainda há muitos desafios pela frente. O preconceito e a discriminação ainda são fatores constantes na vida das mulheres. Tanto as que ocupam posições mais baixas na empresa quanto as lideranças femininas passam por isso. As provações são recorrentes e acontecem na entrevista de emprego, na vida pessoal, no âmbito profissional, entre outros. Além disso, atitudes preconceituosas são tomadas tanto por homens quanto pelas próprias mulheres.

Quando as mulheres passam por uma entrevista de emprego, por exemplo, elas estão acostumadas a serem questionadas sobre suas vidas pessoais além das profissionais. Perguntam status social, se têm filhos, quem cuida deles, se o emprego não vai prejudicar a criação das crianças e, até mesmo, se acham que têm capacidade de realizar o serviço simplesmente por serem mulheres.

A decisão de constituir uma família também é vista com receio pelas organizações. Com a licença-maternidade, a mulher fica cerca de 4 meses afastada dos serviços, o que gera custos extras para a empresa. Além disso, alguns gestores assumem que as mulheres faltarão mais ao serviço para cuidar dos filhos. Nada disso é questionado quando um homem se torna pai.

Outro ponto é o da diferença salarial entre homens e mulheres. Uma pesquisa realizada pela Catho mostrou a disparidade de salários para os mesmos cargos entre homens e mulheres. Ademais, homens costumam receber mais promoções e melhores oportunidades que as mulheres.

Além de enfrentar dupla ou tripla jornada com o serviço, os cuidados com a casa e/ou com os filhos, as mulheres necessitam trabalhar muito mais para ter seu esforço e sua capacidade respeitados. Alguns acreditam que quem se dedica ao trabalho não tem tempo para ser uma boa mãe e vice-versa. No entanto, especialmente com a opção de home office, muitas mulheres conseguem estar mais presente na vida de sua família e gerar mais resultados para a empresa.

À medida que se comprova que é possível existir liderança feminina nas empresas bem-sucedidas, as mulheres batalham mais para alcançar esses postos e ter seus trabalhos reconhecidos. A luta é diária! Sempre haverá alguém lutando, alguém para ajudar e alguém para prejudicar.

O importante é que as mulheres não duvidem de sua capacidade e não tenham medo de pedir ajuda, afinal, ninguém faz nada sozinho. E você, sabia de tudo isso? Pensou em aplicar ou já aplica alguma forma de incentivo para capacitação de suas funcionárias?

Faça essa ideia chegar a mais pessoas. Compartilhe este post em suas redes sociais e não se esqueça de que sua empresa tem muito a ganhar com diferentes lideranças!