fbpx

Geração Dos Millennials: Como Pensam, Como Compram E Como Vendem

blank

Os millennials estão a um clique de resolver alguma dúvida ou obter informação. De certa forma, as crianças tendem a interagir menos com os pais e os professores, uma vez que eles conseguem achar o que procuram de maneira mais rápida na tela de computador.

A geração Y vem mudando as relações de trabalho e consumo e isso, hoje, é um fato. Mas como devemos nos adaptar a esses novos padrões? Como vender para esse tipo de público?

 

Vendendo para Millennials

Para que você possa vender de maneira efetiva para um tipo de público, você deve entender as necessidades e dores que os afligem. Dessa forma, você terá em mãos os dados para que você possa desenvolver sua solução e oferecê-la.

O comportamento dos millennials, como mostrado nos dados acima, está inteiramente ligado a sua experiência com o produto. Diferentemente das outras gerações, os millennials são mais críticos e exigentes, principalmente no curto prazo.

Vendas na Geração Millennials abraçando o computador

Eles amam estar conectados o tempo todo!

Portanto, o foco na experiência do usuário é essencial para agradar esse tipo de público. Mais do que qualquer tipo de propaganda ou comercial, é a confiança no produto que atrairá esse perfil. Autenticidade é um valor muito importante para o millennial.

É muito importante encantar esse tipo de público, cativar a pessoa e investir em boas relações via mídias sociais. Dessa maneira, você terá convertido um importante cliente para a sua base.

Mas e na prática? Que estratégias são mais assertivas para conversar com a geração Y?

Inbound Marketing e os Millennials

 

Pelo perfil que traçamos, é fácil visualizar que o millennial tende a responder mais facilmente aos estímulos do Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo.

A geração Y tende a consumir muito conteúdo e isso é, inclusive, parte do seu processo de compra.

Como falado acima, o millennial procura por informação na internet antes de tomar uma decisão. Eles procuram por resenhas em blogs e avaliam as críticas daquele serviço/produto antes de pensar em comprá-lo.

Outro fator importante que beneficia a prospecção passiva nesse meio é a sua maneira não-interruptiva de se comunicar. O Inbound é mais permissivo e bem menos invasivo que o Outbound, por exemplo.

O conteúdo da mensagem é mais envolvente e engaja mais as pessoas, e esse é o exemplo perfeito de relação que os millennials procuram. O trade-off para eles é simples: mais conteúdo e informação e menos interrupção.

A geração Y também é muito engajada em mídias sociais, e portanto, as relações das marcas com as redes sociais devem ser bem desenvolvidas para atraí-los. Mais uma vez o inbound leva vantagem!

Deve-se levar em conta também que o Inbound é uma estratégia 100% digital, o que facilita bastante a conversa com o millennial.

 

Vendendo como Millennials

 

Mas como será que os millennials vendem?

A característica básica do millennial começa por favorecê-lo na hora de tornar-se um vendedor.

A tecnologia está a favor das práticas mais modernas em qualquer tipo de processo, inclusive o de uma venda. Portanto, a facilidade para lidar com tecnologia, ferramentas e canais estão ao lado do millennial vendedor.

Um vendedor hoje deve estar munido de ferramentas que facilitam o seu processo. Um bom CRM, uma ferramenta para trackeamento de e-mail, um software de automação de e-mail e um smartphone são essenciais para exercer um bom trabalho. Nada que desafie um clássico millennial, não é mesmo?

De um ponto de vista mais humano e prático, a geração Y é conhecida por estar constantemente necessitando de resultados para estimulá-los e motivá-los.

Vendas na Geração dos Millennials caso da Zappos

A Zappos é um ótimo case de uma empresa que vende muito bem para millenials e atrai ótimos colaboradores dessa geração!

Portanto, a busca por resultados é uma característica muito importante para um vendedor. Isso torna o millennial uma peça muito interessante em um processo comercial. Rápida assimilação de informação, vontade de por a mão na massa e busca por resultados. Um ótimo perfil vendedor.

Contudo, a necessidade constante de resultados como prova de valor também pode trair o millennial vendedor. Em muitos casos, o de uma venda complexa por exemplo, o vendedor não deve apressar o lead, mas sim ter uma postura consultiva e paciente para negociar, mostrando valor ao longo da conversa. Logo, a pressa por resultados acaba também atrapalhando o millennial na hora de uma venda.

A pressa é realmente inimiga da perfeição. Ao afobar-se, o millennial acaba por passar por cima de rotinas e processos estabelecidos. Isso é péssimo para um vendedor.

Definir estratégias de prospecção, organizar listas, montar um  pipeline e gerenciar os envios de e-mails são tarefas imprescindíveis e diárias.

A rotina, somada a um processo conciso, é essencial para o vendedor moderno. Nesse aspecto, o millennial deve trabalhar bastante para que consiga aliar a sua vontade de alcançar ótimos resultados com a disciplina necessária atingi-los.

Conclusão

A geração Y constitui um grande pedaço da população mundial. Estima-se que 25% da população dos Estados Unidos, por exemplo, é composta por millennials. Isso representa um mercado consumidor enorme!

Portanto, não haverá espaço para as empresas que não se adaptarem às tendências de compras e padrões de comportamento desse público.

Nesse mesmo infográfico no link acima, um estudo mostra que 80% dos millennials querem que as marcas os entretenham, 40% querem participar ou co-criar produtos e marcas e 70% sentem a necessidade de compartilhar feedbacks com empresas após uma boa ou má experiência.

Esses dados simplesmente não podem ser ignorados pelas empresas que querem crescer e expandir os seus negócios para esse público.

 

 

 

Deixe uma resposta